Com o crescimento da prática da corrida e conseqüente proliferação de competições da modalidade em vários países, o filão de corredores vem chamando atenção dos Profissionais de Educação Física. Temos sido constantemente procurados por pessoas que, estimuladas por meio de imagens de corridas de rua, resolveram se tornar corredores competitivos, ou seja, participar de eventos esportivos da modalidade.

HP_BATACLAN (41)

Mas, como acontece o caminho até essas provas, todos podem participar? E a caminhada, pode ser contemplada nesse processo? Inicialmente, é importante reiterar que qualquer um pode participar de eventos de corrida, modalidade muito simples de praticar. Para correr, não precisamos de nada a não ser vontade própria e material necessário (tênis, short e camiseta). Não há exigência de aparelhos ou espaços específicos e, acreditem, com muito pouca prática todo mundo consegue, bem ou mal, executar movimentos da corrida. A corrida é um dos caminhos para o acesso a benefícios como perda de peso, diminuição dos índices de gordura corporal, melhora da capacidade cardiorrespiratória, diminuição da pressão arterial em repouso e durante o esforço, dentre outros. Correr ainda beneficia o sistema imunológico e diminui a ansiedade gerada pelo estresse da vida moderna.

Entretanto, o caminho para se tornar corredor recreacional ou competitivo, qualquer que seja a distância, exige cuidados e planejamento. Estes incluem avaliação clínica e física detalhadas (consulta ao cardiologista e contratação de um Profissional de Educação Física com experiência na área), estabelecimento de metas a serem atingidas e periodização com definição das competições a serem priorizadas. O grifo na experiência se deve à quantidade de professores de Educação Física que se aventuram na corrida e fazem de você um “tubo de ensaio”, laboratório para experiências e aprendizado. Estes já se tornaram lendas na nossa profissão. Portanto, a escolha daquele que vai orientar o seu caminho pode determinar se você vai curtir a corrida por muito tempo ou se conviverá com lesões pelo resto da vida.

Não existe tempo ótimo para alguém participar de provas de corrida. Diferentes indivíduos estarão aptos a desenvolver determinado esforço em períodos diversos. Obviamente que, se você já pratica regularmente a corrida há anos, não fuma, não tem limitações físicas de qualquer espécie, estará apto a fazer sua primeira competição muito antes de outro indivíduo sedentário, hipertenso, que resolveu agora praticar a corrida. Para determinar quando e como começar as competições, devem ser levados em consideração fatores como o tempo de treinamento, a escolha da distância ideal para começar, rotina diária de trabalho etc. Coisas que exigem conhecimento do assunto.

Quanto à caminhada, integra o período de transição necessário entre ser um sedentário e se tornar um corredor. Além disso, já é contemplada na maioria das competições. Milhares de pessoas fazem a São Silvestre caminhando nas ruas de São Paulo, outras tantas na maratona do Rio de Janeiro. Nada como caminhar com o trânsito fechado, segurança e água! A prescrição planejada caminhada/corrida vai fazer com que você possa se tornar cada vez mais preparado para correr, movimento que inclui uma fase aérea para os dois membros e, consequentemente, maior impacto com o solo.

Acredite, o mundo das corridas espera por você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *