A chegada do verão e o aumento da temperatura costumam deflagrar uma corrida desenfreada a ruas, praças e academias, em busca de atividades físicas que provoquem uma mágica transformação, ou seja, a perda daqueles quilinhos indesejáveis. Isso é bom? Depende da forma como acontece. Para quem quer resultados rápidos e mágicos, passando por cima de regras básicas, o tiro pode sair pela culatra.

TreinamentoEm princípio é interessante que, se você resolveu praticar exercícios a partir de agora, adote este estilo de vida aos poucos, deixando que seu organismo de adapte à transformação. Esqueça aquela visão de uma pessoa “esteticamente” diferente já nas festas de final de ano e pense nessa mudança de atitude como algo que vai perdurar por, quem sabe, outros verões. Mostrar atitude diferente já é um bom começo. Importante é saber que a motivação não deve se restringir ao visual, mas à procura de um estilo de vida mais saudável, mais feliz, que não tem relação, necessariamente, com a balança.

Espero já estar claro aos nossos leitores que adotar uma rotina de atividades físicas mais intensas exige respeito a algumas regrinhas. É necessário, antes de iniciar a prática de exercícios regulares, fazer uma avaliação física com profissionais habilitados. Debata com eles os seus objetivos! Lembre-se que você possui características genéticas próprias e evoluiu por meio de um histórico de vida único. Tais informações devem ser levadas em conta para a escolha da melhor estratégia. Não vale, portanto, pedir aos amigos ou amigas que conseguiram alguns resultados aquela que parece ser a “melhor” receita, porque esta simplesmente não existe. Desconfie de métodos milagrosos, que servem para todas as situações, não importa o quão impressionantes estes pareçam. Exercícios físicos precisam ser “dosados” de forma precisa para cada caso, como qualquer medicamento, para que não ocorram efeitos colaterais indesejados.

Vamos pensar então em alguns bons motivos para iniciar agora:

  1. A prática regular de exercícios aumenta a autoestima, elevando sua confiança sobre potencialidades e possibilidades. Estudos demonstram que pessoas com depressão branda ou moderada que praticam exercícios de 15 a 30 minutos em dias alternados experimentam uma variação positiva do humor já após a terceira semana de atividade;
  2. Pessoas ativas geralmente apresentam reflexos mais rápidos, maior nível de concentração e memória mais apurada;
  3. Exercícios vigorosos e regulares aumentam os níveis de HDL (lipoproteína de alta densidade, o “bom colesterol”) no sangue, fator associado à redução dos riscos para doenças cardíacas;
  4. Estudos semelhantes afirmam que os sedentários são duas vezes mais propensos a desenvolver doenças cardíacas;
  5. A atividade física regula a taxa de açúcar no sangue, reduzindo o risco de diabetes;
  6. Ao estimular músculos, coração, e ao amenizar o declínio das habilidades físicas, os exercícios podem ajudar a manter a independência física e habilidade para o trabalho, minimizando perdas geradas pelo processo de envelhecimento;
  7. Exercícios regulares são acessórios fundamentais na construção e manutenção da massa óssea;
  8. A prática de exercícios influencia positivamente o sono;
  9. Existem estudos que relacionam o estilo de vida ativo à menor incidência de alguns tipos de câncer…

Poderíamos ficar aqui muito tempo enumerando os benefícios do exercício, mas está na hora de vivenciar.

Mãos a obra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *